COMPORTAMENTOS DE RISCO NO TRÂNSITO: UM ESTUDO COM UNIVERSITÁRIOS DE UM MUNICÍPIO DO SUL DO TOCANTINS

Resumo

Os acidentes de trânsito são considerados uma das principais causas de morte no mundo, causando impacto na sociedade em geral. O alto índice de vítimas fatais provocado por eles, sobretudo entre jovens, representa um problema de saúde pública que merece atenção. Desta maneira, estudos têm sido realizados em busca de explicações dos fatores relacionados à condução segura, bem como campanhas para a prevenção dos acidentes de trânsito. Objetivo: investigar o comportamento de risco no trânsito em acadêmicos de um Centro Universitário. Material e método: pesquisa quantitativa descritiva, na qual foi aplicado questionário para identificação de comportamento de risco no trânsito em 362 acadêmicos dos quinze cursos oferecidos por um Centro Universitário de um município do sul do Tocantins. Resultados: A faixa etária dos entrevistados variou entre 17 e 52 anos, com predomínio do sexo masculino (52%). Em relação aos comportamentos de risco, os mais frequentes foram: 1 - não uso do cinto de segurança, 2 - excesso de velocidade, 3 – uso do celular enquanto dirige e 4 – dirigir sob efeito de álcool. Considerações finais: Dos comportamentos de risco investigados, o não uso do cinto de segurança apareceu com maior frequência. Os resultados sugerem que a intervenção no trânsito para a diminuição de acidentes deve ir além da fiscalização, abrangendo medidas educativas e preventivas.

 

Palavra Chave: Comportamento de risco; Acidentes; Trânsito.


Biografia do Autor

Vinicius Lopes Marinho, Universidade de Gurupi

Psicólogo. Docente do curso de Psicologia da Universidade de Gurupi, Mestre em Ciências da Saúde (UFT).Doutorando em Ensino pela Univates - RS.

Ellen Fernanda Klinger, Universidade de Gurupi

Docente do curso de Psicologia da Universidade de Gurupi. Psicóloga. Doutoranda em Psicologia (PUC GO), Mestre em Distúrbios da Comunicação Humana (UFSM).

Jeann Bruno Ferreira da Silva, Universidade de Gurupi / Universidade Federal do Tocantins

Psicólogo. Docente do curso de Psicologia da Universidade de Gurupi-TO. Mestre em Ciências da Saúde e Doutorando em Desenvolvimento Regional pela Universidade Federal do Tocantins.

Thais Valadão Reis, Universidade de Gurupi

Acadêmica do Curso de Psicologia da Universidade de Gurupi, Bolsista PIBIC.

Karita Pricilla Monteiro Campos, Universidade de Gurupi

Acadêmica do Curso de Psicologia da Universidade de Gurupi, voluntária PIBIC. 

Publicado
2020-04-04
Seção
Artigos