Ondas Eletromagnéticas no Espectro Raio-x num Contexto da Ciência, Tecnologia e Sociedade

  • Heloiza Salvador IFPR
  • Patricia de Oliveira IFPR
  • Marlon de Oliveira Alves da Silva
  • Mateus das Neves Gomes Instituto Federal do Paraná -Campus Paranaguá

Resumo

Os raios-X são produzidos por ondas eletromagnéticas no espectro não visível, sendo essas descritas por equações vetoriais. O primeiro estudo publicado sobre o Raio-X foi realizado por Kienböck em 1907. Em seu trabalho ele propôs a classificação qualitativa dos raios-X, com relação a sua penetrabilidade no tecido humano, ou seja, a qualidade dos feixes liberados pela máquina. Desde sua invenção, as máquinas passaram e passam por mudanças constantes, tanto quanto na produção e emissão dos raios até na entrega dos resultados. Diante desse contexto, o artigo aborda o princípio de funcionamento de uma máquina de Raio-X, do ponto de vista físico e matemático sob o viés da Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS). Desse modo, estudou-se a evolução de tal aparelho e seus impactos sociais através da mudança de paradigma apresentado por Thomas Kuhn. As mudanças de paradigmas são associadas pelas transformações ocorridas na tentativa de aperfeiçoar o Raio-X. Durante esse processo que perdura até os dias atuais, muitos paradigmas foram colocados em prova, mas não necessariamente refutados, no entanto, fazem parte da evolução e sem eles, talvez os avanços não seriam tão significativos. A mudança do paradigma, tem corroborado para o aperfeiçoamento dos resultados e atenuando os impactos socioambientais.

Publicado
2018-12-29
Como Citar
SalvadorH., de OliveiraP., SilvaM. de O. A. da, & GomesM. das N. (2018). Ondas Eletromagnéticas no Espectro Raio-x num Contexto da Ciência, Tecnologia e Sociedade. REVISTA CEREUS, 10(4), 172-181. Recuperado de http://ojs.unirg.edu.br/index.php/1/article/view/2380
Seção
Artigos