ADOLESCENTE: ASPECTOS EMOCIONAIS FRENTE AO ABORTO

Resumo

Introdução: A adolescência compreende uma fase de intensas modificações físicas e emocionais as quais ocorre um processo de descoberta da sexualidade onde as experimentações podem culminar em uma gestação. A gestação na adolescência pode vir a resultar em um processo de aborto que dependendo da estrutura emocional da jovem poderá desencadeando distúrbios emocionais que impactarão na vida desta. Objetivo: observar os aspectos relacionados aos distúrbios emocionais da adolescente perante o processo de aborto. Metodologia: Revisão sistemática das Bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde, utilizando-se os descritores em saúde: adolescente, aborto, comportamento do adolescente, transtornos de adaptação, adaptação psicológica, seguindo os critérios de inclusão e exclusão. Resultado/Discussão: Foram selecionados 7 artigos originais que contemplavam o tema, onde as reações de transtornos emocionais não se apresentaram diretamente relacionados ao evento do aborto. Conclusão: Entre os sete artigos selecionados observa-se que não há um consenso em relação aos distúrbios emocionais/ doenças psiquiátricas e o evento do aborto em si. De um lado observa-se que as relações muitas vezes estão associadas a distúrbios pré gestação ou relacionados a precocidade do evento gestacional e por outro lado associa-se o evento do aborto como fator predisponente a stress pós-traumático e maior chance de desenvolvimento de distúrbios emocionais em jovens que se submeteram ao aborto em países onde o mesmo é ilegal.

 

PALAVRAS CHAVE: adolescente, aborto, comportamento do adolescente, transtornos de adaptação, adaptação psicológica.

Biografia do Autor

FLORENCE GERMAINE TIBLE LAINSCEK, Universidade UnirG Universidade Federal do Tocantins-UFT
Fisioterapeuta, Especialista em Saúde Pública, Especialista em Saúde da Mulher-COFFITO, Mestranda em CIências da Saúde-UFT, Professora da Universidade Unirg curso de Fisioterapia
Sávia Denise Silva Carlotto HERRERA, Universidade UnirG
Fisioterapeuta,  Mestre em CIências da Saúde-UFT, Professora da Universidade Unirg curso de Fisioterapia
Rafaela de Carvalho Alves, Universidade UnirG
Fisioterapeuta,  Mestranda em CIências da Saúde-UFT, Professora da Universidade Unirg curso de Fisioterapia
Fernanda Bogarim Borin CHIACCHIO, Universidade UnirG
Psicologa,  Mestranda em CIências da Saúde-UFT, Professora da Universidade Unirg curso de Psicologia
Leila Rute Oliveira Gurgel do AMARAL, Universidade Federal do Tocantins
Pós-doutora em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista- UNESP, professora adjunta da Universidade Federal do Tocantins - Colegiado de Medicina e do Mestrado Profissional em Ciências da Saúde-UFT
Publicado
2019-12-20
Seção
Artigos