MODELO MATEMÁTICO PARA SIMULAÇÃO DA PROPAGAÇÃO ACÚSTICA SUBMARINA E SEUS POSSÍVEIS IMPACTOS EM ALGUMAS ESPÉCIES DE CETÁCEOS

  • Fabiano Marcos de Lima Marcos de Lima Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Carlos Andrés Reyna Vera-Tudela Reyna Vera-Tudela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Claudia Mazza Dias Mazza Dias Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Resumo

Uma das características importantes dos mamíferos marinhos é sua capacidade de transmitir e recepcionar sons em ambiente submarino. Tal capacidade é    fundamental para a sobrevivência desses mamíferos em seu habitat natural, fazendo com que esses animais sejam extremamente dependentes da paisagem acústica local. Atividades como comunicação, caça, fuga de predadores, orientação geográfica, acasalamento, entre outras, estão diretamente ligadas à capacidade desses animais de emitir e receber sons ao seu redor. A poluição sonora causada pelas ações humanas na execução de suas atividades produtivas nos mares e oceanos, pode interferir de uma forma negativa na rotina desses animais. O presente trabalho trata de um modelo matemático e computacional, baseado na equação diferencial parcial da onda, capaz de simular a intensidade da propagação acústica em um ambiente submarino. Desta forma, é possível gerar um panorama da poluição de ruídos gerados pelas ações humanas e relacioná-las com as características acústicas de algumas espécies de mamíferos marinhos, avaliando os possíveis impactos na vida desses animais.

Biografia do Autor

Fabiano Marcos de Lima Marcos de Lima, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Graduado em Matemática Aplicada e Computacional pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e aluno do Programa de Pós Graduação em Modelagem Matemática e Computacional (PPGMMC -UFRRJ). Possui curso técnico em mecânica industrial pela Escola Técnica Estadual Visconde de Mauá. Tem experiência na área de Engenharia Mecânica, com ênfase em Máquinas e Equipamento de Produção Submarina de Óleo e Gás em empresa que fornece tecnologia em sistemas submarino de produção de óleo e gás auxiliando no desenvolvendo projetos e procedimentos de engenharia. Trabalhos de modelagem matemática voltado para área de epidemiologia. Atuando como pesquisador bolsista em um projeto de monitoramento de paisagem acústica na Marinha do Brasil.
Carlos Andrés Reyna Vera-Tudela Reyna Vera-Tudela, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Pontificia Universidad Catolica Del Perú(1987), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Espírito Santo(1999), doutorado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro(2003) e pós-doutorado pelo Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia(2005). Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Professor colaborador da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Professor Permanente da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Pesquisador do Fundação Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos. Tem experiência na área de Engenharia Mecânica, com ênfase em Mecânica dos Sólidos. Atuando principalmente nos seguintes temas:Método dos Elementos de Contorno, Função de Green Numérica, Mecânica da Fratura, Métodos Numéricos, Método da Quadratura Operacional e Elastodinâmica Bidimensional.  
Claudia Mazza Dias Mazza Dias, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
ossui Graduação em Engenharia Civil pela Universidade Santa Úrsula (1992), Mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - COPPE (1995) e Doutorado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - COPPE (2001). Fez Pós-Doutorado em Matemática Aplicada e Computacional no LNCC (2005). Atualmente é professora (Associado I) do Instituto Multidisciplinar da UFRRJ - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, no Departamento de Tecnologias e Linguagens. É professora permanente do curso de Mestrado em Modelagem Matemática e Computacional da UFRRJ, o qual coordena desde 2016. Tem experiência nas áreas de Modelagem Computacional e Matemática Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: integração reduzida, método dos elementos finitos, formulações estabilizadas, técnicas de pós-processamento, modelagem de problemas de transporte, simulação numérica de contaminação de aquíferos e de escoamento em rios e lagos, modelos de dispersão e de invasão biológica, modelos epidemiológicos e controle de doenças infecciosas.
Publicado
2020-07-05