ATUAÇÃO DO FISIOTERAPEUTA NA REABILITAÇÃO DE PACIENTES COM SÍNDROME DA DOR FEMOROPATELAR: atualização das evidências científicas

  • DAYSE RAQUEL SOUSA DA SILVA

Resumo

A síndrome da dor femoropatelar é uma patologia que tem como principal característica a dor anterior do joelho, sua etiologia não é definida, podendo ser multifatorial com surgimento insidioso e se agravando em movimentos que provocam sobrecarga na articulação. A dor e as limitações durante a realização de atividades cotidianas são as principais queixas dos pacientes. O objetivo desse estudo foi expor as evidências científicas atuais da reabilitação fisioterapêutica do paciente com síndrome da dor femoropatelar. A revisão foi composta por artigos originais publicados entre 2013 e 2018 das bases de dados MEDLINE, PubMed, SciELO e LILACS com os seguintes descritores: síndrome da dor femoropatelar, fisioterapia, joelho e técnica de exercício e de movimento. Nove estudos preencheram os critérios com intervenções propostas para o tratamento fisioterapêutico. A técnica de cinesioterapia com enfoque em fortalecimento do quadril e joelho demonstrou resultados mais consistentes para diminuição da dor e melhora da capacidade funcional. As técnicas de Kinesio-Taping®, órtese patelofemoral e estimulação nervosa elétrica apresentaram resultados positivos, porém em menor proporção sugerindo que sejam complementares à cinesioterapia.

 

Palavras-chave: Síndrome da dor femoropatelar. Fisioterapia. Joelho. Técnica de exercício e de movimento.

Publicado
2020-07-05