COMPARAÇÃO DO TEOR DE COMPOSTOS FENÓLICOS E ATIVIDADE ANTIOXIDANTES DE EXTRATOS AQUOSOS COMERCIAIS DE ILEX PARAGUARIENSIS SAINT HILLAIRE

  • Daiara Rakeli Simão Boyarski Universidade Federal do Tocantins
  • Denise Rocha Ramos Barbosa Universidade Federal do Tocantins
  • Thássia Fernandes Santana de Macena Universidade Federal do Tocantins
  • Rodolfo Castilho Clemente Universidade Federal do Tocantins

Resumo

O chimarrão e tererê são bebidas produzidas a partir da planta Ilex paraguariensis Sanit Hillaire consumidas cerca de 1,2 kg/ano/pessoa no Brasil. Estudos mostram que a Ilex apresenta quantidades significativas de compostos fenólicos que dão a planta a função antioxidante e estão presentes, na maioria, em suas folhas e ramos. Foram adquiridas 3 amostras aleatórias de chimarrão e tererê para a determinação de fenois totais pelo método utilizando Folin-Ciocalteu, flavonoides utilizando cloreto de alumínio, taninos totais por complexometria, taninos condensados pelo butanol-HCl e atividade antioxidante pela capturação de DPPH e redução do íon férrico. O chimarrão apresentou maiores quantidades de compostos fenólicos, incluindo fenois totais, flavonoides e taninos em comparação com o tererê, além de maior capacidade antioxidante em todos os testes avaliados. Resultados evidenciados pelos estudos comparativos. Portanto, as amostras de chimarrão obtiveram diferença significativa mostrando sua alta concentração em compostos bioativos.

Publicado
2020-04-04
Seção
Artigos