Mapeamento Sistemático da Aplicabilidade de Materiais Auto- Regenerativos no Monitoramento Ativo e Online de Sistemas Mecânicos

  • Stanley Washington Ferreira de Rezende Universidade Federal de Catalão
  • Bruno Pereireira Barella
  • José dos Reis Vieira de Moura Júnior

Resumo

O método de monitoramento da integridade estrutural (SHM – do inglês Structural Health Monitoring) tem sido amplamente utilizado em processos de detecção, localização e quantificação de danos em sistemas mecânicos. Contudo, nos últimos anos houve um crescente busca por métodos que não apenas possibilitasse a identificação da presença de falha, mas que de certo modo interagisse ao sistema propondo medidas de contenção e reparo dos mesmos. Este trabalho apresenta uma revisão sistemática da literatura quanto ao desenvolvimento e a aplicabilidade de sistemas auto-regenerativos no monitoramento ativo de falhas em componentes estruturais. Ademais, este estudo possui como foco também o atual estado da arte quanto a utilização de ligas de memória de forma como materiais de autocura. Para realização do mapeamento sistêmico, as bases de dados utilizadas foram: Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Scopus, Web of Science e Engineering Village. Ressalta-se que a execução do processo de mapping study possibilitou a otimização do estudo realizado, bem como possibilitou a identificação dos principais GAP’s referentes ao assunto abordado. Os resultados demonstraram que o processo de aplicação de materiais auto-regenerativos em sistemas mecânicos se trata de um assunto recente com grandes possibilidades a serem ainda exploradas tais como a agregação de diferentes métodos de avaliação de danos, métodos estatísticos de inferência e sistemas remotamente controlados de forma a desenvolve-lo em meio online.

Publicado
2020-10-16
Seção
Artigos