Utilização de medicamentos na gravidez: Risco e benefício

  • Isabelly Aguiar
  • Jayne Alves
  • Joelson Lima
  • Karla Bruna Torres

Resumo

Durante a gestação a mulher e seu bebê são expostos a riscos, dentre eles, aqueles decorrentes do uso de medicamentos. A utilização dos mesmos nesse período pode ocorrer de maneira inadequada, sendo um problema no âmbito da saúde pública. A pesquisa objetivou verificar a utilização de medicamentos pelas pacientes grávidas atendidas na atenção básica do município de Capistrano, Ceará, bem como o conhecimento destas quanto aos riscos teratogênicos da utilização de fármacos na gravidez. O estudo foi do tipo observacional, descritivo, transversal, sendo um levantamento situacional com abordagem predominantemente quantitativa, desenvolvido no período de setembro a outubro de 2019, com dados obtidos através de entrevistas individuais, que possibilitaram o preenchimento de um formulário semiestruturado. Participaram da pesquisa 50 gestantes, onde 88% utilizavam medicamentos, sendo mencionados 11 tipos diferentes, pertencentes as classes A e B de risco teratogênico. 62% das gestantes já tinham recebido alguma orientação a respeito do uso de medicamentos, e apenas 52% tinham real conhecimento sobre os riscos. É indispensável uma maior educação em saúde permanente dentro das UBS, aumentando o vínculo profissional-paciente, além da inclusão do farmacêutico na equipe multidisciplinar, promovendo o uso racional de medicamentos e diminuindo os riscos de possíveis complicações durante esse período.

Publicado
2020-10-16
Seção
Artigos