Influência dos fatores ambientais no uso de máscaras não profissionais utilizadas na prevenção da transmissão da Covid-19

  • Dayane Otero Rodrigues Universidade Federal do Oeste da Bahia
  • Leonardo Morato Duarte

Resumo

O artigo objetivou analisar a relação da umidade relativa (UR) do ar e o uso de máscaras não profissionais utilizadas na pandemia da Covid-19. Realizou-se um experimento de pesagem de dois modelos de máscaras não profissionais ao início e a cada 15 minutos de seu uso durante 3 a 5 horas em diferentes condições de UR do ar. Os valores atingidos de massa com a máscara de algodão em 3 horas de uso no ambiente aberto (30% de UR) foram atingidos em 15 minutos no fechado com 50% de UR e foram extrapolados em 3 vezes em 15 minutos no com 70% de UR e em 4 vezes no com 90% de UR. Os valores atingidos de massa com a máscara de algodão e elastano em 3 horas de uso no ambiente aberto foram atingidos também em 3 horas no fechado com 50% de UR, foram extrapolados em apenas 15 minutos no com 70% de UR, e em 3 vezes no com 90% de UR. Os fatores ambientais como a UR do ar alta podem diminuir o tempo de 3 horas de uso, recomendado pela Anvisa, para máscaras não profissionais, sugerindo a necessidade de maior discussão pelos órgãos de saúde.

Publicado
2020-12-17
Seção
Artigos