Panorama da Assistência Estudantil nas Universidades Federais da Região Norte do Brasil

  • Nathanni Marrelli Matos Mauricio Universidade Federal do Tocantins
  • Alex Pizzio Universidade Federal do Tocantins
  • Eder Gama da Silva Universidade Federal do Tocantins
  • Josilene Rodrigues Instituto Federal do Tocantins
  • Hayala Danielle da Silva Mesquita Universidade Federal do Tocantins

Resumo

O objetivo da pesquisa foi verificar as ações de assistência estudantil desenvolvidas pelas universidades da região norte do Brasil durante a pandemia de Covid-19, no período de março a outubro de 2020. Para tanto, realizou-se uma pesquisa descritiva e documental, buscando informações nos portais das instituições que dessem visibilidade ao que foi oferecido aos estudantes. Os dados foram copilados por meio de notícias, editais, relatórios e pesquisas. Os resultados apontam que oito das universidades instituíram, de forma excepcional e temporária, o auxílio-alimentação emergencial em pecúnia, além de ofereceram um auxílio específico para moradia. Somente a UFT ofereceu auxílio específico para saúde. A Universidade Federal Rural da Amazônia, a Universidade Federal de Rondônia e Universidade Federal de Roraima ofereceram auxílio-transporte; sete universidades oferecem alguma bolsa em pecúnia e cinco das universidades lançaram editais relativos ao apoio pedagógico. Todas as universidades aderiram ao projeto do Governo Federal “Alunos Conectados” e ofereceram auxílio financeiro aos estudantes para aquisição de equipamentos eletrônicos. A Universidade Federal do Amazonas, a Universidade Federal Rural da Amazônia e a Universidade Federal de Rondônia ofereceram auxílio-creche e a Universidade Federal do Amazonas ofereceu auxílios para aquisição de material didático. A Universidade Federal do Oeste do Pará e a Universidade Federal do Tocantins lançaram editais para auxílios específicos para estudantes indígenas e quilombolas. E a Universidade Federal do Pará, Universidade Federal Rural da Amazônia, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará e Universidade Federal do Tocantins lançaram editais com auxílios destinados a pessoas com deficiência.

 

Biografia do Autor

Alex Pizzio, Universidade Federal do Tocantins

Doutor em Ciências Sociais pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos. Atualmente é Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Tocantins - UFT . Implantou e coordenou o Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas -GESPOL/UFT no período de: 07/2013 a 02/2017. Possui experiência na área de pesquisa aplicada à sociologia. É pesquisador (líder) do Núcleo de Pesquisa em Desenvolvimento Regional - NUDER/UFT. É membro efetivo da Associación Mexicana de Ciencias para o Desarollo Regional - AMECIDER e da Regional Science Association International - RSAI. Co-fundador da Rede Brasileira de Pesquisa e Gestão em Desenvolvimento Territorial (RETE). As áreas de interesse concentram-se em estudos que abordem os seguintes temas: pobreza, vulnerabilidade, resiliência, reconhecimento social e capital social, tendo como campo empírico, as comunidades e territórios da região norte. De forma complementar, desenvolve estudos acerca das interfaces entre as áreas do conhecimento da sociologia e do desenvolvimento regional. Bolsista de Produtividade CNPq pelo Comitê: SA - Arquitetura,Demografia, Geografia, Turismo e Planejamento Urbano e Regional.

Eder Gama da Silva, Universidade Federal do Tocantins

Possui graduação em Direito pelo Centro Universitário Luterano de Palmas (2012). Possui pós-graduação em Direito Publico pelo Instituto Darwin de Brasília (2015). Mestrando pelo Programa de Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos da UFT/ESMAT. Atualmente é Advogado.

Josilene Rodrigues, Instituto Federal do Tocantins

Especialista em Gestão em Processos Gerenciais (FAEL), Graduada em Administração (UFT). Administradora com a função de Pregoeira e Assessora Técnica no Instituto Federal do Tocantins (Unidade Reitoria). Interesse nas áreas: Planejamento estratégico; Licitações e Compras Governamentais; Contratos administrativo; Gestão em processos gerenciais; Gestão da qualidade.

Hayala Danielle da Silva Mesquita, Universidade Federal do Tocantins

Possui graduação em Gestão Pública pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins(2017), especialização em MBA Executivo em Gestão Pública pelo Instituto Prominas Serviços Educacionais(2019) e ensino-medio-segundo-graupelo Centro de Ensino Médio Professora Antonina Milhomem(2008). Atualmente é Assistente em Administração da Universidade Federal do Tocantins. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração Pública.

Publicado
2020-12-17
Seção
Artigos