Fatores associados a suplementação de ácido fólico em gestantes atendidas em uma maternidade filantrópica

  • Gabriele Pontes da Silva
  • Adriana Sousa Rêgo
  • Andressa Pestana Brito Universidade CEUMA
  • Eliziane Gomes da Costa Moura da Silva
  • Flor de Maria Araújo Mendonça Silva
  • Gabrielle Vieira da Silva Brasil
  • Allanne Pereira Araújo
  • Janaina Maiana Abreu Barbosa

Resumo

O ácido fólico é uma vitamina do complexo B que possui grande importância para o crescimento e saúde do feto no fechamento do tubo neural, além de prevenir doenças e más formações fetais. A pesquisa objetivou verificar os fatores associados a suplementação de ácido fólico em gestantes atendidas em uma maternidade filantrópica de São Luís – MA. Trata-se de um estudo transversal e analítico, realizado nos meses de setembro a dezembro de 2018. Utilizou-se um questionário contendo dados socioeconômicos, demográficos, estilo de vida e reprodutivos. Foram aferidas as medidas antropométricas (peso e altura). Foi realizada a análise multivariada pelo método de regressão de Poisson. Das 130 gestantes, 67,6% referiram suplementação de ácido fólico. Durante o pré-natal, 86,15% fizeram seis ou mais consultas. Foram associados ao não uso de suplementação de ácido fólico durante a gestação está no primeiro (RP: 0,44; IC: 0,27-0,74) e no segundo trimestre da gestação (RP: 0,30; IC: 0,15-0,61) e ter cursado o ensino fundamental incompleto/completo (RP: 2,28; IC: 1,01-5,11). Faz-se necessário o planejamento de ações, enfatizando os benefícios da suplementação do ácido fólico desde o período antes da concepção, até a 14º semana gestacional.

Publicado
2021-04-01
Seção
Artigos