Perfil de anormalidades cerebrovasculares detectadas no Hospital Geral de Palmas - TO

Resumo

Doenças cerebrovasculares são causas significativas de morbimortalidade. Entender seu perfil populacional permite aos serviços de saúde se precaverem quanto a prevenção, diagnóstico e conduta. É objetivo desse trabalho identificar o perfil de anomalias vasculares encefálicas em pacientes do hospital de referência do estado do Tocantins (HGP). Foram analisados 140 laudos arteriográficos realizadas no HGP em 2019, identificando os tipos, as respectivas frequências e as características morfológicas de cada anomalia. Os dados foram analisados por teste Binomial e Chi-Quadrado para análise de distribuição esperada (α=5%). Encontraram-se 194 cerebrovasculopatias: aneurismas (70,7%; χ2=410,723; GL=5; p<0,001), vasoespasmos (14,9%), estenoses (7,5%) e malformações arteriovenosas (4,8%), que predominaram na região do Polígono de Willis (59,9%; B=75,000; SE=6,837; p=0,008). Os aneurismas mais frequentes foram  observados nos vasos carotídeos (39,4%), seguidos dos vasos comunicantes (30,3%) e nos cerebrais (20,5%). A distribuição e predominância dos aneurismas analisados no HGP foram topograficamente compatíveis com os dados consensuais da literatura (sendo mais encontrados na região do Polígono de Willis), assim como sua maior predominância no sexo feminino. Os principais achados cerebrovasculares foram aneurismas, vasoespasmos e estenoses, acometendo predominantemente o Polígono de Willis e regiões adjacentes, especialmente nas artérias carótida e cerebrais.

Biografia do Autor

Bruno Favaretto, Universidade Federal do Tocantins

Mestre em Neurociência e Comportamento. Graduando em Medicina. Universidade Federal do Tocantins, Campus Palmas, TO.

Larissa Daniele Dias, Universidade Federal do Tocantins

Mestre em Neurociência e Comportamento. Graduanda em Enfermagem. Universidade Federal do Tocantins, Campus Palmas, TO.

Wellington Gondim de Oliveira

Especialista em Neurologia; Graduado em Medicina e Farmácia e Bioquímica. Universidade Federal do Tocantins, Campus Palmas, TO.

Victor Rodrigues Nepomuceno, Universidade Federal do Tocantins

Doutor e Mestre em Ciências Morfofuncionais; Graduado em Fisioterapia. Universidade Federal do Tocantins, Campus Palmas, TO.

Publicado
2021-10-11
Como Citar
FavarettoB., DiasL. D., Gondim de OliveiraW., & Rodrigues NepomucenoV. (2021). Perfil de anormalidades cerebrovasculares detectadas no Hospital Geral de Palmas - TO. REVISTA CEREUS, 13(3), 142-152. Recuperado de http://ojs.unirg.edu.br/index.php/1/article/view/3524
Seção
Artigos