CONTAMINAÇÃO DE PONTOS DE ÔNIBUS POR MICRORGANISMOS MULTIRRESISTENTES EM PALMAS

  • Juliana Da Silva Alves Universidade Federal do Tocantins

Resumo

A resistência microbiana consiste na evolução dos microrganismos que se tornam resistentes a maior parte dos antimicrobianos que eram indicados para o seu tratamento. A emergência global de bactérias produtoras de carbapenemases, enzimas que hidrolisam os antibióticos β-lactâmicos, representam uma ameaça de infecção imediata para pacientes vulneráveis hospitalizados e uma ameaça potencial para os indivíduos na comunidade devido a possibilidade de disseminação. Dessa forma, o objetivo desse foi avaliar a presença de bactérias multirresistentes presentes em pontos de ônibus relacionados com rotas de mobilidade de profissionais de saúde do Hospital Regional de Palmas. Foram escolhidos cinco pontos de ônibus para realização das coletas e selecionadas superfícies com alto nível de contato de mãos para as amostragens para estudo microbiológico. Terminado o período de coletas, isolamento e congelamento das cepas bacterianas resistentes, as mesmas foram identificadas bioquimicamente e a importância clínica foi avaliada de acordo com a literatura. Os pontos de ônibus apresentaram crescimento de bacilos gram-negativos resistentes a imipeném e/ou ceftazidima. A presença de resistência a ambos antibióticos utilizados na pesquisa em espécies encontradas nos locais de coleta do estudo demonstra a importância de manter atenção frente a esses possíveis patógenos, uma vez que podem representar um risco à saúde da população.

Publicado
2019-12-20
Seção
Artigos